Gauchês (e mineirês) – Parte 2

Continuando a lista de gauchismos, com algumas coisas menos conhecidas, e até inesperadas!! É isso que acontece quando alguém se muda de cidade pra ir à faculdade…

  • Ãããhã: Tem alguma coisa engraçada no “ãhã” gaúcho, não sei bem o que é. Pelo que o Renato disse, é o costume de falar mais alto o primeiro ã em vez do segundo (não é sempre que a gente faz isso, mas que acontece, acontece!)
  • Lomba: Esse aqui é mais portoalegrês do que gauchês. Quando eu cheguei em Porto Alegre, ainda bem que uma propaganda na TV fez o favor de explicar (ou melhor, de chamar atenção ao fato, mas sem explicar, hehehe). Estava um cara com uma camiseta do Inter, seguindo as instruções de um amigo pra chegar ao encontro (de colorados, supostamente). Ele devia passar a lomba pra chegar ao local. Dirigindo o carro, ele passa por uma subida, uma descida, e uma lombada. Achando que a lombada era o indicativo de chegar no endereço, ele entra no clube e se depara com um monte de gremistas! A lomba é o que eu chamava de subida (ou descida se a pessoa vem na outra direção, hehehe). Quem diria… Só quem é de Porto, sabe que lomba é lomba! É uma palavrinha prática, mas ainda não me acostumei a usá-la.
  • Massa: Esse não é o “massa” da exclamação “tri massa!”. É massa com o sentido de macarrão. Essa foi uma surpresa pra mim! Como é que em MG não chamam massa de massa? Tá certo que nas embalagens aparece escrito “macarrão”, mas eu pensava que fosse um “termo de embalagem“. Explicando: nas embalagens das coisas, o nome nem sempre é o que usamos no dia-a-dia, como a “pasta de dente”, chamada de “creme dental” nas embalagens, ou “bolacha”, que aparece como “biscoito” nas embalagens (e biscoito também aparece como biscoito)… Será que alguém fala mesmo “creme dental” em vez de “pasta de dente”?
  • Xis: Outro caso inesperado. Pelo jeito, em MG eles não saem pra comer um xis. Só sanduíche mesmo. Pode até ser um “X-búrguer”, um “X-salada” ou outra coisa. Mas não chamam essa classe de sanduíches de X. Se eu dissesse que DirectX é um serviço de tele-entrega de sanduíches, só os programadores gaúchos entenderiam a graça. Droga. Público-alvo muito pequeno pra piada.
Anúncios

2 pensamentos sobre “Gauchês (e mineirês) – Parte 2

  1. Gostei muito!!!
    Sou mineira casada com um gaúcho e o que mais me fez apaixonar por ele foi o jeitinho gaúcho de falar…rs.rs..

  2. Goiano também come xis… no pit dog ainda! hahaha

    um Xis salada simples com uma coca média (ou seja, uma coca de 290ml). e também fala capaz: “Você vai na festa hoje a noite?” “Capaz”, ou seja, claro que não vou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s