Tudo seria mais simples se…

  • Java tivesse getters e setters gerados automaticamente
  • SQL tivesse booleans
  • Todos usassem o sistema métrico
  • As horas e o calendário fossem decimais
  • Mais pessoas falassem esperanto
Anúncios

7 pensamentos sobre “Tudo seria mais simples se…

  1. “» As horas e o calendário fossem decimais”

    Acho que o primeiro passo é fazer uma translação durar 100 dias. Não sei se é mais prático acelerar a translação ou decelerar a rotação. :P

    Mas falando sério, acho que 12 e 24 têm divisores mais convenientes que 10…

    • Hehe, verdade 12, 24 e 60 são realmente muito práticos na hora de dividir. Já 365, 31 e 7 nem tanto :-)

      Deve dar pra encontrar um meio termo em algum lugar aí. Quem sabe se a gente não se prender tanto em ter as estações nos mesmos meses a cada ano? :-D

    • Opa, já conhecia o Lombok de ouvir falar, mas não comecei a usar ainda. É uma pena que ele dependa de tantas gambiarras lá no baixo nível para poder funcionar… Devia haver alguns ganchos já meio prontos na plataforma Java para permitir isso de um jeito mais limpo.

      • Fala, Marcus! Pois é… mas note que a maioria das “gambiarras” são necessárias somente em tempo de compilação. Pra maioria dos recursos (esqueci a exceção :P), o jar do lombok é desnecessário no classpath de execução.
        Melhor que gambiarra no nosso código, né? :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s