Klingon e Quenya

Vi hoje um curso multimídia de Klingon na livraria Saraiva do shopping Praia de Belas e um livro muito imponente sobre Quenya na livraria Cultura do shopping Bourbon Country. Se eu não tivesse visto um dicionário de Esperanto na mesma livraria Cultura umas semanas atrás e outro dicionário de Esperanto na Saraiva do Iguatemi, eu teria ficado muito bravo: até Klingon e Quenya?? hahahaha. Mas no fim eu achei foi ótimo. Quanto mais variedade melhor: que se abra cada vez mais espaço para Esperanto, Klingon, Quenya, Lojban e todas as outras centenas ou milhares de línguas construídas que existem. Afinal, quem disse que só inglês, francês, espanhol, alemão e italiano são “lernindaj”? (para usar uma palavra em Esperanto, hehehe)

Anúncios

8 pensamentos sobre “Klingon e Quenya

  1. Acho que a estratégia para a dominação mundial é fazer um filme em algum mundo fantástico e usar Esperanto extensivamente ao longo do filme. Um bocado de gente vai querer aprender a língua… :P

  2. Este curta metragem é legal (*), mas é falado em inglês e os esperantistas são os “caras maus”, hahaha. Exibiram no congresso brasileiro de 2011.

    (não sei se o filme inteiro está disponível na internet, a última vez que conferi não estava)

    (*) legal do tipo divertido e bobo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s